Maré (RJ)

Contando com a experiência da Revolusolar, o CEASM e o Museu da Maré, com apoio da Cáritas Brasileira e do Fórum de Mudanças Climáticas e Justiça Social (FMCJS), firmaram uma parceria para a introdução da metodologia Ciclo Solar no complexo de favelas da Maré, no Rio de Janeiro.
Inaugurado em 2006, o Museu da Maré é um museu popular criado por um grupo de moradores e ex-moradores, integrantes do Centro de Ações Solidárias da Maré (CEASM) –  que atua desde 1997 nos campos da educação, comunicação, cultura, memória e meio ambiente. Além de exposições, o local também conta com uma biblioteca, um arquivo e a brinquedoteca Marielle Franco. O consumo de energia no local é alto: entre 750 e 1000 kWh mensais usados principalmente para atividades como iluminação, acionamento de equipamentos técnicos e realização de eventos e oficinas culturais. O projeto teve início a partir de uma pesquisa sobre acesso à energia elétrica na região e com a promoção de dois eventos públicos de sensibilização sobre o tema. Durante esse processo inicial de mobilização, foi escolhida pela comunidade uma logomarca e um nome para o projeto: O Sol Nasce para Todos.
Instalação de usina de energia solar fotovoltaica de 9,4 kWp para o Museu da Maré, gerando mais de  R$1.000 mensais em economias na conta de luz da instituição.
9 moradores formados no módulo básico, atualmente cursando o módulo intermediário, com previsão de formatura do curso completo de eletricista e instalador solar em julho de 2023.
200 crianças e adolescentes atendidas pelo Programa Circo Social já participaram de oficinas de educação ambiental e se engajaram no processo de instalação solar.

Resultados

9,4kW

instalados (46 UCs*)

+ R$ 12 mil

em economias com energia por ano

9

moradores formados

+200

crianças nas oficinas de educação ambiental .

Parcerias

Realização

Participe dessa Revolução Solar

Ajude a impulsionar no Brasil uma transição energética justa!
plugins premium WordPress