Eduardo Avila, diretor da Revolusolar, ganha o prêmio ‘Global Energy Heroes’ de 2022, da Universidade de Stanford (EUA)

No último dia 4 de maio foram anunciados os vencedores do  Global Energy Heroes, premiação que visa inspirar ações para reduzir emissões de carbono em comunidades do mundo inteiro. O anúncio feito durante a Semana de Soluções de Energia de Stanford e teve Eduardo Ávila, diretor da Revolusolar, como um dos 3 premiados. O concurso patrocinado pelo Fórum Global de Energia do Precourt Institute for Energy é aberto a organizações de todos os países lideradas por pessoas de 18 a 30 anos, os vencedores recebem um prêmio de  20 mil dólares para aplicar em suas iniciativas. Neste ano foram recebidas 44 inscrições de cinco continentes, 10 proponentes foram selecionados como finalistas e apenas 3 foram premiados. Além da Revolusolar, as outras iniciativas vencedoras foram a Mukuru Clean Stoves que desenvolve uma solução para mães de baixa renda de Nairóbi (Quênia) utilizarem fogões melhores, e a norte americana ElectricFish, que desenvolveu um projeto que está levando energia renovável e acessível para veículos elétricos, ao mesmo tempo torna as redes elétricas regionais menos vulneráveis a apagões. “Os três vencedores e os outros finalistas representam a amplitude e a profundidade dos jovens de todo o mundo comprometidos em tornar suas comunidades mais sustentáveis e defender nosso mundo das mudanças climáticas.” disse Yi Cui, diretor do Precourt Institute e professor de ciência e engenharia de materiais de Stanford. “Espero que suas histórias e os reais benefícios de seu trabalho inspirem a todos nós,  completou Cui. “A Universidade de Stanford é uma referência internacional, especialmente em sustentabilidade e também tem uma visão muito compatível com a nossa em justiça social e combate a desigualdade. É motivo de orgulho esse reconhecimento e uma validação do nosso trabalho por uma instituição que é referência no tema, também nos dá mais visibilidade que é importante para atrairmos novos parceiros e doadores’, afirmou Eduardo Ávila, diretor executivo da Revolusolar, que também comentou sobre como o prêmio será utilizado, “neste ano estamos começando expandir para novos territórios a nível nacional, o dinheiro desse prêmio será usado nessa expansão financiando um projeto nosso na região amazônica” Mais informações sobre os vencedores, incluindo os vídeos de inscrição, podem ser encontrados aqui: https://energy.stanford.edu/news/stanford-s-precourt-institute-announces-winners-2022-global-energy-heroes-competition

Caio Villalva Guedes é jornalista formado pela FIAM-FAAM, atua como redator e fotógrafo e é voluntário da Revolusolar.

Você pode fazer a diferença!

Ajude a promover o desenvolvimento sustentável das favelas através da energia solar. Seja um apoiador da Revolusolar e contribua para um mundo mais inclusivo e sustentável.Com sua doação, conseguimos manter nossa estrutura independente, além de promover instalação de placas solares na favela, cursos de formação profissional e oficinas infantis nas comunidades da Babilônia e Chapéu Mangueira, no Rio de Janeiro.

plugins premium WordPress